quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Há sim, a vaidade!!!

E onde entra a vaidade nesse mundo artístico-cultural?
Em tudo meus amigos! Em absolutamente tudo!
O mundo do entretenimento é cercado de vaidade.
Quando eu falo isso as pessoas logo pensam: Viadagem de artista (eu pensaria), mas a resposta é: Nem sempre.
Às vezes, quem cria mais problema é o produtor (leia-se artista frustrado), ou quem produz indiretamente. No meu caso, um dos fornecedores de mídia da produtora.
Não vou contar tudo. É chato. O interessante da história é que eu mandei um e-mail com a seguinte frase: "Se não tiver com tempo me fale que eu vou dar outro jeito".
O cara ficou puto. Ele não tava nem aí pra perder o cliente, o medo dele era eu abrir o Corel e fazer uma peça (coisa que eu nunca faria).
Enfim, achei que ele não foi humilde pra dizer Pablo eu tenho tempo, ou não tenho. Ao contrário, ele se sentiu ofendido por não ser a única opção da empresa.
Minha gente, "em verdade vos digo" por melhor que a gente seja, vamos ter cuidado com a soberba porque pode ter certeza: Um dia ela fode a gente.

2 comentários:

Juliana Rocha disse...

Maridoooooooo!!! Meu blog ainda funciona!!! Vou continuar usando ele viu? add ele ai no seu!
TE AMO!

Jorge Martins disse...

A soberba é uma coisa sobrerba!!