quarta-feira, 4 de março de 2009

Eu não queria dizer mas...

Eu peguei Dalila.


Quem não sabe quem (ou o que) é Dalila provavelmente não mora na Bahia, no Brasil, ou mesmo pode estar agora nos observando de algum lugar do céu pronto pra iniciar o seu processo dominação do planeta.

Dalila, além da fatídica música de Ivete Sangalo eleita a campeã do carnaval 2009, também foi o nome dado, esse ano, a já tradicional virose de quarta feira de cinzas. Virose mesmo, não ressaca. Falo daquela vitamina de vírus que vem nos narizes imensos dos gringos de todas as partes do mundo.

Ela se foi, deixando para trás algumas lantejoulas, fiapos de rabo de gato, pedaços de vidro cortado em quadrados pequenos, anéis de lata de cerveja e a nítida sensação de que ningém mais vai dar importância a nada, que por ventura, eu escreva sobre o carnaval, afinal, o ano começou.

Deixemos pois o carnaval de lado e voltemos aos nossos corriqueiros momentos de devaneios sem sentido e até eles, no pique de recuperação pós Dalila.

Bj a todos e assim que a sensação infinita de cansaço também se for eu volto.

2 comentários:

Schebeu disse...

achei uma coisa boa em não ter curtido o carnaval: n peguei virose!!(juro q preferia milhões de vezes estar malzona de cama... mas td bem)

Beauvoir disse...

E ainda ficou dando trabalho pra Ju...!
;)
Beijos