terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Post Automático

Esse post está sendo feito em tempo real. Portanto, o que quer que saia é absoluta responsabilidade da soberania dinâmica da espontaneidade. Hã????

Se um dia o mundo acabar de forma inesperada. Aqueles que sobreviverem, ou se por ventura formos visitados por uma raça pós apocaliptica, aqueles que aqui nos visitarem, vão ter a impressão de que o herbalife era uma espécie de deus, ou de time de futebol (o que pra alguns dá no mesmo). Sempre pensei assim. Até hoje.

Estou recebendo, (lá ele) a alegre (ui) visita de um parceiro (conflito no chip de duplo sentido) aqui em casa. Entre piadas e besteiras comuns, eis que ele pede o apoio da esposa:
-Amor quantos pontos existem em uma torrrada e duas cervejas? como assim? (pensei eu. Alto inclusive)
- Não cara é o seguinte:
- Eu tô fazendo vigilante do peso e tenho direito a comer não sei quantos pontos, (30 sei lá - algo famelificante como uma fatia de palmito e um café com adoçante durante um dia inteiro) caso contrário eu engordo e tal...

Lembrei automaticamente de minha cunhada que passou o carnaval todo comendo couve, grama, folhas de boldo, algumas leguminosas vegetativas e bebendo água de coco, que mesmo não tendo pontos, só podia repetir 10 vezes. Churrasco? quando tinha ela ia dormir, porque qualquer coisa que fosse na brasa ia de encontro aos pontos flex que naquele momento ela já usava.

PUTA QUE PARIU.

Dô pá isso não. O cara fazia parte do clã dos gordinhos legais e agora saiu daqui correndo porque ia pra uma evangelização de casais ortodoxos, naturalistas, distintos, ou algo que o valha. Segundo sua esposa, era a versão 2010. Algo como uma evolução revolucionista , psico-bio-fisica e espiritual avançada.

Pensando nisso, acho que eu tenho uns amigos meio loucos.

Um, putanheiro famoso no jet set bregal soteropolitano, avacalhador de eventos em que se come pouco e bebedor inveterado se apresenta a mim como adepto da dieta dos pontos, o outro não pôde vir porque tinha acabado de vir de uma avatárica viagem ao paraíso Hallelujah de Gramado em pleno carnaval.

Voltando ao "ponto", hoje comecei a achar que as escavações futurístas pós fudeu tudo mundial, vão achar pequenas caveiras cercadas de produtos que não tem ponto de um lado e do outro os gordinhos cercados de seus iguais, responsáveis talvez por grande parte do consumo de reservas alimentícias do mundo.

Falta saber em que lado estar. Eu já escolhí o meu.

Abaixo aos pontos, viva os acarajés com tudo dentro e as cevejas sem limite;
Abaixo os controles de calorias, viva as pontinhas de picanha e as cervejas sem limite;
E por fim, mas nem um pouco menos importante: Viva as cervejas sem limite.

Sem mais, subscrevo.

6 comentários:

Juliana Rocha disse...

Isso é q é um gordinho feliz!!!! hahahah

Daniel disse...

Como diz um cara conhecido em nossa cidade: " Graaaaaaaaaaaande Sacana!" Se o fim do mundo chegar mesmo, e eu ainda estiver por aí, pode ter certeza que estarei bebendo uma cervejinha e torcendo pelo Mengão sem dúvida. Fora isso muito obrigado pelos elogios, "...putanheiro conhecido na cidade..." foi muita gentileza sua. Além do mais eu ainda terminei a noite com 1 ponto ontem, cara. Fica tranquilo que nos fins de semana ainda terei pontos flex para tomar (no bom sentido é claro) umas boas 4 latinnhas de cerveja. No mais meu amigo, é uma honra pra mim frequentar o seu dileto espeço virtual, principalmente como astro por um dia, acho que já tive meus 15 segundos de fama antes do tão aclamado fim do mundo. Um forte abraço e até lá.

Daniel disse...

Como diz um cara conhecido em nossa cidade: " Graaaaaaaaaaaande Sacana!" Se o fim do mundo chegar mesmo, e eu ainda estiver por aí, pode ter certeza que estarei bebendo uma cervejinha e torcendo pelo Mengão sem dúvida. Fora isso muito obrigado pelos elogios, "...putanheiro conhecido na cidade..." foi muita gentileza sua. Além do mais eu ainda terminei a noite com 1 ponto ontem, cara. Fica tranquilo que nos fins de semana ainda terei pontos flex para tomar (no bom sentido é claro) umas boas 4 latinnhas de cerveja. No mais meu amigo, é uma honra pra mim frequentar o seu dileto espeço virtual, principalmente como astro por um dia, acho que já tive meus 15 segundos de fama antes do tão aclamado fim do mundo. Um forte abraço e até lá.

Emmanuelle disse...

kkkkkkkkkkkkk....pablo, só vc mesmo, viu??? kkkkkkkkkkkkkkk

Lília disse...

Eu já passei por essas fases e eu te garanto, é o mesmo que achar que um dia vai se casar virgem! Uma hora o corpinho cai em tentação e quando vc percebe já está no céu das cervejas e picanhas, ahahahaha

Anna Emíllia Meira Soares disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Tô tão cercada de pessoas contado pontos, que eu tb tô querendo brincar de pontinho, amigo! Essa coisa pega! Cuidado! hahahahah
beijosssss