quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Eu tenho medo

Se lembra de Regina Duarte na campanha de Serra contra Lula sei lá quando?



Pois é. Se eu já fosse famoso ia fazer um depoimento dizendo de forma solene:

- Eu tô com medo. Faz tempo que eu não tinha esse sentimento. E sinto isso porque se eu continuar me estressando desse jeito durante a semana, não sei o que pode acontecer com o meu fígado durante o feriadão.
- Dá medo até de pensar em toda a cerveja gelada e carne na brasa que por certo haverá.
- Outra coisa que dá medo é o camarão ao alho e óleo e o whisk com pedra de água de coco.
- Tenho medo de ter que acordar tarde e não ter que atender telefonemas desaforados.

- Tô com medo, mas vou enfrentar. Acredito no meu fígado e em sua capacidade de regeneração. Não vou ter pena dele. Afinal, um dia se ele tiver oportunidade também não terá pena de mim.

Ia ser legal?

Sem mais, subscrevo.

3 comentários:

Jorge Martins disse...

A ideia do uísque com pedrinhas de água de coco é interessante.
Eu topo. Mas cada um leva seu litro.

Pablo Araújo disse...

Claro, onde já se viu tomar cerveja sem um aperitivo antes.

disse...

eu não tenho mais medo...
e meu fígdo esta sendo bem legal cmg, pq eu agora tb to sendo bem legal com ele.
mas não terei pena dele qnd finalmente a gente se encontrar.

e tá chato isso já de ficar cobrando, eu vou deixar de visitar o blog tb se continuar assim...

sem mais!