segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Fim de semana sem evento é ruim, mas é bom.

Esse fim de semana foi morno. Sem evento fica aquela sensação de que eu não fiz nada de útil. Essa é a parte ruim.
A parte boa é que dá pra fazer um monte de coisas que estão atrasadas, como visitar um bom boteco, comemorar mais um pouco o aniversário, visitar uns amigos, ajudar num ensaio de uma banda nova e de quebra, trabalhar domingo a noite no fechamento financeiro da leva de shows sucessivos que foi o circuito das artes. Ou seja, relax total. Pra falar só do domingo.

O bom boteco dessa vez foi o Recanto da Lua Cheia, na gostosa Pedra Furada, perto do Bonfim. O lugar é lindo, uma vista da península que é uma coisa. Aquele lugar bacana pra mostrar pra turista, mas que quem consome mesmo é o bom baiano. O atendimento é meio confuso, mas legal. A comida é muito boa tb, com excessão do tiragosto que concorreu. O tal do sirí mole a dorê é muito ruinzinho. insosso por dentro e com gosto de fritura por fora. O sirí mole em sí já é uma iguaria muito senssível. É pequenininho, molinho e tal. Quando empanaram e fritaram, o que ressaiu mesmo foi o gosto da fritura. Um críme contra o siri que na moqueca é fabuloso (lembrei de mainha agora). Portanto meus amigos, não caiam na tentação de pedir, não vale a pena.

Pra sobremesa saímos de lá e fomos tomar sorvete na Ribeira, mais soteropolitano impossível. O sorvete de lá é uma delícia e tem que ser mesmo, pra gente pegar fila pra pagar, fila pra escolher o sabor, fila pra pegar o sorvete e fila pra sair com o sorevete, tem que ser fodástico. E é, minha sugestão é o de tapioca.

Por último pra dar uma relaxada fui pra casa trabalhar e esperar o pessoal da banda os docksiders (nome provisório, ou não) chegar pra ensaiar, na verdade não rolou ensaio, mas uma montagem de repertório. Pra quem não sabe pensa que é fácil, mas não é. Repertório é uma coisa muito complicada de fazer. A gente tem que antecipar que comportamento a platéia pode ter e daí manipular isso da melhor forma. Se a gente quer a platéia mais participativa no começo no meio ou no fim, em que instantes enntram as músicas mais fortes e tal. Tudo isso tendo o cuidado de não ser muito abrupto na passagem entre uma música e outra, não é fácil, nem divertido, mas produção musical é um trabalho como qualquer outro, requer suor.

Resumindo como eu disse no começo um fim de semana tranquilo (e olhe que isso foi só o domingo).

2 comentários:

Druba disse...

Na verdade, o nome da banda é Os The Docksiders como em Os The Beatles, saca?

ISABELA disse...

Que domingão hein??????
Olha vou dar algumas sugestões,quando vou a SSA(agora sou do interior,rsrsrsr),adoro comer Pastel do Carioca(Orla) e o da Ribeira tb, e Barzinho tem o Sto Antonio que o rodízio de petiscos tá Show!!!!!
Bjs